Analise da música Raridade – Anderson Freire. (Que de raro não tem nada!)

Por: Guilherme Borges

21/01/2016 - 14:03h

Me desculpem pelo trocadilho, mas a música Raridade do cantor Gospel Anderson Freire, de raro, não tem nada. Podem falar o que quiserem, que ela é bonita, poética e até que “fala no seu coração”, e deveria mesmo, já que ela foi feita para louvar o homem. Essa música segue o mesmo padrão “sabor de mel” da maioria das músicas que tem sido tocadas hoje em dia. Porém, o que mais tem me impressionado é a cegueira de nós cristãos, ou no caso, a nossa surdez, já que temos criticado o movimento dessas músicas egocêntricas, mas quando a mesma é de algum cantor famoso, esquecemos de observar sua letra e para quem ela é direcionada. Não estamos louvando a Deus e sim a nós mesmos. Temos que entender que a pregação é a palavra de um Ser maior para conosco e o louvor é a palavra do ser menor para o Ser maior, entretanto, se o louvor está sendo direcionado a nós, estamos afirmando categoricamente que nós somos o Ser maior nessa relação, os dignos de receber louvor. Lembro-me de Paulo, em romanos 7, quando relatava sobre sua natureza pecaminosa, ele exclamou: Miserável homem que sou! É, enquanto Paulo se achava miserável, nós queremos ser louvados ou pelo menos, aceitamos isso facilmente.

Mas vamos a análise! Repare a quem a letra se refere e quantas vezes a palavra “você” ou um indicativo de mesmo sentido se repete ao longo da musica!!!!!

 

Não consigo ir além do TEU olhar

Tudo o que eu consigo é imaginar

A riqueza que existe dentro de VOCÊ

 

O ouro eu consigo só admirar

Mas TE olhando eu posso a Deus adorar

SUA alma é um bem que nunca envelhecerá

 

O pecado não consegue esconder

A marca de Jesus que existe em VOCÊ

O que VOCÊ fez ou deixou de fazer

Não mudou o início, Deus escolheu VOCÊ

SUA raridade não está naquilo que você possui

Ou que sabe fazer

Isso é mistério de Deus com VOCÊ

 

VOCÊ é um espelho que reflete a imagem do Senhor

Não chore se o mundo ainda não notou

Já é o bastante Deus reconhecer o SEU valor

VOCÊ é precioso, mais raro que o ouro puro de ofir

Se VOCÊ desistiu, Deus não vai desistir

Ele está aqui pra TE levantar se o mundo te fizer cair.

 

 

Deu para contar? Hahahaha. Essa é apenas uma de muitas canções famosíssimas que só estão exaltando o homem, refletindo bem o tipo de evangelho que estamos ouvindo, onde tudo é voltado para a criatura e não para o criador. E olha que nem entramos a fundo na letra, onde poderíamos encontrar afirmações horríveis, como por exemplo, quando cantamos que o mundo não reconheceu o valor do homem! Uai e que o valor o homem tem? Parece que estamos esquecendo de como o homem é fraco, miserável e pecador (Não há um justo sequer, não há ninguém que faça o bem – Rm 3.10 e 12) e por isso a graça é um favor imerecido da parte de Deus, porque não havia em nós valor algum, mas mesmo assim Ele nos amou. Maravilhoso né, por isso Ele deve ser exaltado e não nós. Sinceramente, a sensação que tenho é que essa música leva a pessoa a se encantar com ela mesmo, em vez de quebranta-la e leva-la em adoração aos pés de Cristo.

 

Nos posicionemos.

Busca rapida:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Jornal Cocktail”